Blog | Supermamy Babies & Co - Como prevenir a obesidade infantil?

Blog - Amigo do Peito

Como prevenir a obesidade infantil?
Por Supermamy 10/10/2017 15:21 Comentários

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que, caso nenhuma atitude eficaz seja tomada, teremos por volta de 75 milhões de crianças com sobrepeso ou obesas no mundo em 2025.

Uma pesquisa da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica mostrou que, só na região Sudeste, quase 40% das crianças com idade entre 5-9 anos estão com excesso de peso.

Os dados são preocupantes, uma vez que, dessa condição, há o risco de desencadear doenças como pressão alta, diabetes, alteração do colesterol e problemas com o sono. Além disso, pode prejudicar a criança nas atividades simples do dia a dia, como subir escadas, correr e brincar com os amigos, como afirma a OMS.

Dr. Stephen Daniels, membro da Academia Americana de Pediatria, ressaltou, em entrevista ao portal Fatherly, que lutar contra a obesidade infantil significa uma mudança de hábitos de toda a família: não adianta ter cuidado com a alimentação da criança se ela vê, frequentemente, os pais comendo industrializados, bolachas recheadas e refrigerantes.

E o que nós, adultos, podemos fazer?

O doutor Daniels sugere algumas atitudes rotineiras:

1 - Sente-se à mesa e em família no momento das refeições

Pode ser que pelo seu estilo de vida, rotina de trabalho e configuração familiar não seja possível fazer isso em todas as refeições. Mas tente separar uma no dia para que todos estejam reunidos à mesa - o jantar costuma ser um bom momento.
Ao compartilhar refeições, a criança tende a imitar os hábitos dos pais. Além disso, fica mais fácil observar o que ela come e qual o tamanho da porção que coloca na prato.

2 - Esqueça dietas restritivas

Especialmente para crianças, elas não ajudam em nada. A troca de comidas gordurosas por ingredientes naturais deve ser feita de forma natural e gradual. Não se esqueça que a infância é uma fase importante do desenvolvimento e a criança deve ter energia suficiente (e todas as vitaminas em dia) para que seu organismo funcione de maneira adequada.

3 - Deixe que a criança participe

Se seu filho está acostumado a jantar macarrão com nuggets em frente à televisão ou ao iPad, dificilmente cederá aos seus esforços de uma alimentação balanceada nas primeiras tentativas. Tenha calma!
Uma boa solução é oferecer alternativas às crianças - assim elas pensarão que estão no controle da situação. Coloque duas ou três opções de legumes à mesa e peça para que ela escolha uma, aquela que mais lhe agrade.

4 - Lugar de criança também é na cozinha

Sempre que possível, ao preparar o menu do dia, leve os pequenos para a cozinha com você. Ao acompanhar o processo por completo, eles têm melhor noção do que estão comendo. Sem contar que, ao ajudar na preparação, eles ficam entusiasmados para provar o que fizeram!
Claro que a segurança deve ser prezada em primeiro lugar. Peça que eles ajudem em tarefas simples, como lavar os legumes, misturar a farinha, quebrar o ovo, adicionar temperinhos…

5 - Preze pelo horário do sono

Pode parecer estranho, mas uma noite de sono bem dormida é fundamental para que nossos hormônios desempenhem suas funções. Além disso, quanto mais descansados estamos, mais motivados ficamos em manter um estilo de vida saudável.
Na infância, o processo é o mesmo: o período da noite é o momento de recarregar as baterias para que, durante o dia, haja energia para brincar, correr e pular por aí.
Na hora de ir para a cama, evite distrações tecnológicas. Essa é a hora de relaxar e descansar, não de estimular ainda mais a criança.

6 - Atividades em família

A criança se sente mais estimulada quando há companhia nas atividades. Seja brincar de bola, correr no parque, nadar na piscina do prédio….Qualquer movimentação é válida, ainda mais quando feita em família.
Temos que incentivar a relação dos pequenos com a natureza. Mais tempo ao ar livre é essencial para uma vida mais saudável.

Comentário(s)

Nenhum comentário encontrado

Deixe seu comentário

*Campos Obrigatórios

 
Mídias Sociais
nos acompanhe!